quarta-feira, 23 de junho de 2010

Lepidoptera


Existem mais de 120 mil espécies descritas de tamanho variável. Os adultos possuem olhos compostos bem desenvolvidos, algumas mariposas possuem também dois ocelos. Possuem antenas alongadas, de formas variadas, sendo as mais comuns as clavadas, filiformes e pectinadas. O aparelho bucal é do tipo sugador maxilar (espirotromba).

Eles possuem o corpo coberto por escamas, por isso recebem esse nome. Possuem 4 asas membranosas e pernas ambulatórias. O abdome é alongado com 8-10 segmentos e sem cercos. A maioria das espécies é fitófaga, na qual a larva se alimenta de folhas e o adulto de néctar. Desenvolvem-se por Holometabolia. Apresentam uma elaborada camuflagem.

Compreendem uma das mais importantes pragas agrícolas. Sua importância benéfica está relacionada a polinização.


CURIOSIDADES:

Rainha Alexandra


Nome científico:Ornithoptera alexandrae
É a maior borboleta do mundo, chegando a medir cerca de 30cm de largura. Esta borboleta rara é encontrada na planície da Nova Guiné. E está sobre risco de extinção pois a área onde são encontradas estão sendo desmatadas criação de plantações par
a a extração de óleo de palma.
É venenosa e obtem o seu veneno através da planta Pipevine tóxica. Os animais que comem a Alexandra passam muito mal (vômitos), mas não chegam a óbito.


Papilio anactus

É uma espécie rara de borboletas. Da família Papilionidae. Possui manchas brancas e pretas no meio das asas e nas pontas essa cor pode variar para vermelho, amarelo ou azul.
É encontrada na Austrália.


Mariposa-colibri

Nome científico: Macroglossun stellatarum
Possui esse nome por ter movimentos semelhantes ao colibri ou beija-flor. Alimenta-se do néctar de várias flores.

Durante a cópula consegue voar de modo semelhante às borboletas, ao contrário dos demais esfingídeos. Põe cerca de 200 avos.

As larvas eclodidas medem aproximadamente 2-3 mm de comprimento. Na primeira fase apresenta coloração amarelada. Na segunda fase do crescimento apresentam corpo esverdeado com pequenos pontos amarelos.

Borboleta-monarca

Nome científico: Danaus plexippus
As monarcas são conhecidas por sua migração. Elas se reúnem em quantidades impressionantes. Cerca de 1 bilhão de borboletas hibernam no México, quando chega o fim das brisas para dar início ao inverno elas migram para o Canadá ou para os EUA. Pois a baixa temperatura pode matá-las.

Utilizam como combustível para a viajem, a gordura arnazenada no abdome. Alguns cientistas acreditam que elas pegam "carona" nas correntes de ar.

Elas hibernam em grandes grupos. Fixam-se nas árvores como mostra a imagem a seguir:
Nas florestas do México as condições são ideais para a hibernação. Mas as borboletas-monarcas são vulneráveis durante a hibernação. Apesar das monarcas serem venenosas alguns predadores conseguem remover as partes tóxicas e comer o restante.

Elas vivem nas árvores por cerca de 4 meses, quando são acordadas pelo calor do sol. Quando chega o verão elas partem para o norte pra dar início ao período de acasalamento.




Borboletas brasileiras



Familia Nymphalidae















Marpesia petreus















Morpho achilleana



Morpho aurora








Família Papillionidae





Papillio zagreus














Parides ascanis



-











Heraclides thoas brasiliensis







Familia Pieridae


Phoebis philea














Ornithoptera goliath prodis













Appias nero neuronis



















Família Lycanidae


Arthopala hercules














Lycaenida lyca













Bindahara phocides




















Família Hesperiidae

Phorcides urania













Phorcides polemon











Epargireus clarus

5 comentários:

  1. cuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. pq isso babaca n gosto n fala nad babaca

      Excluir